Saúde suplementar registra crescimento de mais de 2 milhões de beneficiários

Notícias

O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) divulgou na última terça-feira o boletimSaúde Suplementar em Números, com informações que acabam de ser atualizadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Segundo dados do boletim, o total de beneficiários de planos de saúde médico-hospitalar no Brasil chegou a 50,7 milhões em março. Um crescimento de 4,7% em relação a março de 2013, quando o mercado contava com 48,4 milhões de beneficiários.

O superintendente-executivo do IESS, Luiz Augusto Carneiro, destaca que o resultado foi puxado pela contratação de planos coletivos, que cresceram 5,8% entre março de 2013 e o mesmo mês deste ano. Nesse período, o total de beneficiários de planos coletivo empresariais avançou 6,3%, enquanto os por adesão cresceu 3,6% e o de planos individuais, 1,4%.

Para Carneiro, uma das hipóteses para explicar esse comportamento é que as pequenas e médias empresas (PMEs) têm aumentado as contratações de planos empresariais. "Esse é um nicho que tem registrado crescimento nos últimos anos e as operadoras passaram a oferecer produtos direcionados às PMEs”, observa. "Além disso, apesar do baixo crescimento da economia brasileira, o mercado de trabalho tem se mantido estável e isso influencia a contratação de planos”, acrescenta.

Conforme informou o IESS, apesar do resultado expressivo na comparação anual, chama a atenção a desaceleração na contratação de planos registrada no primeiro trimestre de 2014. Até março, o total de beneficiários de planos de saúde avançou apenas 0,3%. No trimestre anterior, encerrado em dezembro, o crescimento registrado foi de 1,1%. "Houve uma clara desaceleração em relação ao ritmo de crescimento dos últimos trimestres, mas ainda é cedo para determinar se esse foi um movimento isolado ou se será uma tendência para 2014”, destaca Carneiro. O total de beneficiários de planos individuais recuou 0,3% no período, enquanto o de planos coletivos empresariais avançou 0,4% e o de planos coletivos por adesão, 1%.

De acordo com o Instituto, os planos exclusivamente odontológicos alcançaram a marca de 20,9 milhões de beneficiários no País, um avanço de 8,4% nos últimos 12 meses. No primeiro trimestre deste ano, contudo, esses planos registraram um crescimento de apenas 0,9%, resultado bastante inferior aos 3,3% do período anterior. "Apesar do ritmo menos intenso registrado no primeiro trimestre de 2014, esse continua sendo um mercado de grande potencial”, avalia Carneiro. O boletim  está disponível emwww.iess.org.br.


351.787

Acessos ao site

Eventos



  • Academia SBCCV
  • Evento Nacional
  • Evento Internacional